Ir para o conteúdo
Home > Notícias

Jovens definem prioridades para Agenda da Juventude para Saúde 2030

imagem do post do Jovens definem prioridades para Agenda da Juventude para Saúde 2030

A Agenda da Juventude para Saúde 2030 foi apresentada hoje à ministra Marta Temido. O documento foi entregue também ao presidente da Assembleia da República.

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) apresentou hoje a versão final da Agenda da Juventude para a Saúde 2030, que esteve recentemente em consulta pública, à ministra Marta Temido, numa sessão marcada para as 11h15 horas no Ministério da Saúde. O documento foi entregue também ao presidente da Assembleia da República.

A Agenda da Juventude para a Saúde 2030 foi desenvolvida pelo CNS em estreita colaboração com a Direção-Geral da Educação (DGE) e com a Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ) e com a participação de crianças e jovens.

A promoção do bem-estar físico e psicológico, a educação para a sexualidade, a prevenção do tabagismo e do consumo de álcool, a promoção da alimentação saudável e da atividade física, e a prevenção da violência (incluindo o bullying e cyberbullying) foram os temas mais destacados pelas crianças e pelos jovens das escolas básicas e secundárias que participaram nos vários momentos de consulta, que foram amplamente participados.

A auscultação realizada junto dos jovens, através de grupos focais, questionários, debates em meio escolar, e debates públicos através de webinares, revelou ainda preocupações relacionadas com a cooperação e o envolvimento das autarquias, por exemplo, na gestão dos transportes para as atividades físicas, desporto, apoio económico aos alunos carenciados e incentivo à participação (ex.: Conselhos Municipais de Juventude).

As propostas das várias centenas de crianças e jovens que participaram foram integradas em quatro níveis de atuação, para uma infância, juventude e sociedade futura mais saudável: (1) o acesso a informação e formação em saúde promotora de comportamentos saudáveis, (2) a garantia de acesso a cuidados de saúde, (3) o fomento de ambientes saudáveis, e (4) a participação das crianças e jovens na definição e avaliação de intervenções em saúde.

Pode consultar a versão final da Agenda da Juventude para a Saúde 2030 aqui.